Cultura de Paz, Ética e Espiritualidade

Cultura de Paz, Ética e Espiritualidade

"O registro e a divulgação de experiências exitosas, dando visibilidade a essas práticas, devem ser multiplicados. É uma forma de reacender a esperança, com o intuito de que sejam acolhidos e floresçam atos de paz e amorosidade entre as pessoas. As formações oferecidas, por diversas instituições, auxiliam a prática pedagógica no sentido de propiciar um maior esclarecimento sobre a cultura de paz e a vivência de valores. O acompanhamento contínuo dos projetos estimula o respeito e a tomada de decisões acertadas entre a escola e a comunidade, e consolida a paz ativa nesse lócus. O aprendizado de estabelecer conexões consigo e com os demais faz com que o educador transforme-se num guia para os jovens alunos. A afetividade, a amorosidade e a paz podem ser aprendidas e cultivadas, como se aprendem outros conteúdos. O trabalho com Cultura de Paz precisa ser permanentemente fortalecido nas instituições em geral, e, particularmente, nas escolas publicas..."


Kelma Socorro Alves Lopes de Matos
Profa Dra do Departamento de Fundamentos da Educação
e do Programa de Pós-Graduação em Educação Brasileira
da UFC. Professora do Programa de Desenvolvimento
e Meio Ambiente — PRODEMA — UFC.